Primeiro Amor

Publicado: julho 26, 2010 em Diversos, Evangelho

A Bíblia nos exorta a nunca deixar-mos o Primeiro Amor: em Apocalipse 2.4 dizendo: “Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.”, no sentido de que isso é algo que Deus virá a ter contra nós se vier-mos a abandonar esse mandamento de busca e devoção a Cristo.

A sequência desse texto de Apocalipse 2 diz que deixar o primeiro amor é uma queda na caminhada espiritual cristã, é um desvio de foco e de conduta que se não houver um arrependimento sincero e um retorno a prática das obras santas em Deus, acabará nos levando a um caminho sem retorno e sem honra.

Mas a consciência e a manutenção do primeiro amor é algo que sempre me desafiou,  me fazendo pensar muito, porque eu entendo que a vida cristã é uma caminhada ascendente rumo a santidade em Cristo e a busca da estatura perfeita (que sabemos que só vira nos céus); Então acabei conceituando em mim mesmo que eu não poderia ficar “estagnado” e “inerte” dentro do conceito do primeiro amor porque esse amor é concebido logo no inicio da vida cristã e pensando assim como cristão mais “velho” não estaria evoluindo, deixando de alcançar um amor mais maduro, consciente e adulto até…

… pobre engano o meu, pelo simples fato de que viver o primeiro amor não tem nada a ver com tempo de igreja, anos de ministério, sacrifícios ou entregas feitas; O primeiro amor é real em uma intensidade e dedicação quase impossível de ser praticada.

Existir no primeiro amor é ter uma sede de busca insaciável da presença de Deus, é querer alcançar o coração do Pai e sempre lhe fazer sorrir, é se sentir responsável por todas as pessoas que estão perdidas como se a salvação delas depende-se única e exclusivamente de você, é amar o próximo como se ele fosse você mesmo, é expressar carinho e cuidado a toda a criação divina, é se preocupar, é se doar, se dedicar, entregar, fazer tudo em troca de nada, simplesmente pela satisfação de que o coração de Deus esta batendo junto com o seu coração…

Se alguém se julgar capaz de ter um amor mais adulto do que o primeiro amor esta envolto por uma mentira sem precedentes; A maior expressão do primeiro amor é CristoEle é Primeiro Amor! Seus frutos, o que Cristo gera, são práticas do primeiro amor e esses frutos igualmente gerados em nós, devem ser a coroação do fato que o amamos com a intensidade do Primeiro e Único Amor que um cristão pode ter e exercer.

abc,

Graça e Paz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s