… doendo e crescendo …

Publicado: setembro 15, 2010 em Diversos, Textos

“… clamando, com lágrimas, disse: Eu creio, Senhor! ajuda a minha incredulidade.” – Marcos 9.24

Essa passagem se passa na vida de um homem que tinha seu filho sofrendo de um mal e ele desejava crer no poder de Jesus, mas o que se destacou pra mim no texto foi ele dizer “… clamando, com lágrimas…: Eu creio, Senhor! ajuda a minha incredulidade.” … sinto como seu eu estivesse falando isso, imagina o desespero desse Pai dizendo: “Jesus eu quero crer, eu quero acreditar … mas Você sabe que eu sou incrédulo … ME AJUDA !!!”

Por vezes, muitas vezes, eu me pego assim, como um crente que acredita em Jesus, no poder, na graça e na justiça, mas nesse mesmo momento as coisas a minha volta concorrem pra que eu não acredite, pra que meu coração se torne incrédulo, e tudo o que eu acredito fique trancado num cantinho da minha alma, enquanto eu tento lutar com as minhas próprias forças para tentar entender o porque de tudo isso que acontece repetidas vezes para me ferir.

Por que eu sou ferido se eu decidi te obedecer Jesus?

Por que eu sofro se a minha opção foi fazer a tua vontade?

Hoje eu creio que Deus trata as pessoas por níveis de maturidade que elas alcançam, e quanto mais alto você caminha pela comunhão e amadurecimento espiritual mais “silencio” Deus faz; A maturidade traz responsabilidades, traz a ciência e a consciência de se poder andar “sozinho”, confiando no que Deus nos ensina nessa caminhada árdua.

Hoje penso que é um preço muito, muito alto para crescer, é muito caro ser maduro no Reino de Deus, porque nem sempre Deus vai te responder, e quando responder vai ser com algo que muitas vezes não tem nada a ver com o desejo do seu coração e isso dói, dói muito. Amadurecer é estar disposto a caminhar grandes desertos apenas com o conforto da fé, a confiança que depois de todas essas dunas secas, áridas e avassaladoras do dia a dia vou encontrar um oásis logo a frente.

Amadurecer é mesmo no silencio ouvir a voz de Jesus dizendo “estou contigo todos os dias” e acreditar nisso mesmo que “… clamando, com lágrimas, eu diga Eu creio, Senhor! ajuda a minha incredulidade.”

Graça e Paz

Murilo

comentários
  1. Ulysses disse:

    caraca Murilations, que texto espetacular.. as vezes me sinto exatamente dessa mesma maneira
    muito bom cara.. muito mesmo
    vou lê-lo mais algumas vezes com certeza..

    “tudo o que eu acredito fique trancado num cantinho da minha alma, enquanto eu tento lutar com as minhas próprias forças ..”

    “Amadurecer é estar disposto a caminhar grandes desertos apenas com o conforto da fé ”

    abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s