A Violenta Graça

Publicado: abril 14, 2011 em Diversos, Textos

Escrevendo … desenhando …

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A VIOLENTA GRAÇA

Ele sabe das suas memórias cegas no vasto azul
Todas as suas orações viu, ouviu e respondeu
Mesmo suas suplicas cegas e seus gritos tampados por lagrimas
Ate o ultimo suspiro oculto, não foi só um alvo vazio

Se somos abençoados é porque Ele nos ama
Pela Sua retidão e piedade
Para mostrar a sua bondade generosa
Por mais um coração humanamente pobre

A alegria estava longe antes dEle
O homem faceava a tristeza
Até o sangue cobrir-nos com a Violenta triste

Muitas foram as vitimas
Que aspiravam esse limiar de dor
Sendo destruídas pelo poder da morte
Então a fúria se debruçou sobre Ele, o marcado com a vergonha
Mas por tudo, por amor morreu o Rei Santo

Se somos abençoados é porque Ele nos ama
Pela Sua retidão e piedade
Para mostrar a sua bondade generosa
Por mais um coração humanamente triste

A alegria estava longe antes dEle
O homem faceava a tristeza
Até o sangue cobrir-nos com a Violenta Graça

E a todos de uma vez se fez conhecido
Para o mundo todo a gloria se fez brilhar
A morte se refugiou nos braços abertos de Cristo
Que num suspiro de alma se tornou o sacrifício

Ouviu-se o som de quem nos ama
Ouviu-se o amor rasgar os céus
Para mostrar a Sua bondade suprema
Para todo coração humanamente triste

A alegria estava longe antes dEle
O homem faceava a tristeza
Até o sangue cobri-Lo com a Violenta Graça

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s