Salvo = Feliz ?

Publicado: maio 4, 2011 em Evangelho, Textos

Imagine a cena: “Milhares de pessoas numa praia observando as aguas do mar engolindo um exercito monstruoso que viria aniquilar aquele povo!. Imagine o som, imagine a visão, os gritos dos soldados misturados com o jubilo de um povo livre, homens sendo afogados em comparação a um povo que saiu seco do meio de um oceano.” Isso nada mais é do que o relato da cena que mais de 600.000 homens, segundo a Bíblia, assistiram na beira do mar vermelho. A sequência desse momento, eu consigo pensar que foi um grande culto de louvor, regozijo pleno e sincero onde milhares de tamborins e pandeiros soavam no meio de um louvor exuberante que proclamavam a gloria e a vitoria do povo de Deus. Penso que a “empolgação” desse momento é algo bem parecido com os movimentos pentecostais que temos hoje, porque depois de 3 dias o povo de Israel já estava murmurando e cobrando seu líder com duvidas e insatisfações.

Sinceramente eu acredito que o povo de Israel ansiava por confiar em Deus e segui-lo de todo o coração, afinal de contas ninguém sai pro deserto achando que vai viver bem lá, havia fé nessa decisão. E depois de ver o modo maravilhoso que Deus destruiu seus inimigos, imagino o tamanho que a fé desse povo pode ter se tornado. “Nós vimos as dez pragas do Egito. Nós vimos o modo maravilhoso pelo qual Deus abriu o Mar Vermelho e destruiu o nosso inimigo. Nós testemunhamos cada uma das coisas milagrosas que Ele realizou. Quem poderia alguma vez duvidar de um Deus tão grande e poderoso?”.

Hoje em dia não é diferente, você olha para um Deus que entregou seu filho a morte sacrificial, olha para a sua própria vida e vê o milagre do dia-a-dia em cada passo dado, tantas coisas, tantos milagres e a afirmação que fazemos pra nós mesmos:  “Como posso duvidar de um Deus que é capaz de fazer tudo isto por mim?”.

Mas no próximo segundo nos tornamos ingratos tal como o povo de Israel no Egito, cheio de reclamações, insatisfações e auto-justificação. Me decepciono a cada dia comigo mesmo, quando agradeço a Deus por mais um dia maravilhoso e 5 minutos depois estou furioso no transito e sinceramente, isso não me torna melhor que o povo que saiu do Egito rumo a Canaã. Nos tempos do fim, muitos perderão sua fé e abandonarão o primeiro amor, é isso que a Bíblia diz. Somos salvos, fomos tirados do Egito e do pecado, mas estamos tão infelizes que todo esse milagre não significa muita coisa pra nós.

“Mantendo fé e boa consciência, porquanto alguns, tendo rejeitado a boa consciência, vieram a naufragar na fé” (I Tim. 1:19).

É muito lindo perceber o quando a Bíblia é resposta direta para as questões diárias, sua depende da sua boa consciência, devemos então a todo momento conservar um pensamento bom sobre o futuro, isso é a base da nossa fé, como diz o versículo, se perdemos essa boa consciência logo iremos naufragar. Muitas vezes ouvimos tantas pessoas falarem sobre fé, viverem em fé, mas o próprio Jesus pergunta em Lucas 18.8 “… quando vier o Filho do homem, achará, porventura, fé na terra?”

Faça as contas 600.000 homens saíram do Egito, com a convicção e a decisão de que seriam confiantes em Deus para sempre, em qualquer situação que pudesse se levantar entre eles e a terra prometida – quantos desse grupo entraram na Terra Prometida? 2, apenas Josué e Calebe creram e jamais duvidarão da promessa, os outros 599.998 perderam a fé no meio do caminho. Todos os outros, tais como esses dois testemunharam as 10 pragas do Egito, viram o Mar Vermelho sendo aberto, comeram o maná dos céus, suas roupas não envelheceram, foram protegidos do calor do dia e do frio noturno e morreram no deserto no meio da duvida e blasfémia. Inclua nesse grupo homens como Aarão, o primeiro sacerdote, lideres de todas as tribos e até Moisés que falava diretamente com Deus, que num determinado momento em desespero e fraquejo feriu a rocha contra a vontade de Deus.

Por vezes, como cristão me sinto preso e perdido em um deserto, rodeado por depressão, pelo medo, ansiedade e a descrença. Entenda isso como eu sair da escravidão do mundo e nunca alcançar a plenitude de Cristo! Chegar em Canaã para os Israelitas nao significava o fim das guerras, mas sim a plenitude de uma vida abundante numa terra que “mana leite e mel”. Nossa morada celestial será o fim de todas as guerras e duvidas da nossa vida aqui, mas alcançar a plenitude em Cristo é estar seguro de uma vida abundante ligado a fonte que “mana leite e mel” diariamente para nós. Quando Deus mandou Jesus e logo após o Espirito Santo ele planejava que nunca ficássemos presos num deserto vazio e árido. É através da ação do Espirito Santo que estaremos seguros no Amor do Pai!

A duvida é um dos grandes inimigos que podemos enfrentar. Se a terra já havia sido prometida ao povo de Deus, porque enviaram 12 espiões? Se algo é seu, você vai lá e toma posse, não deveria ser assim? O medo fez com que 10 dos 12 voltassem com um relatório aterrador de sua incursão. Apenas 2, os mesmo que já citei, Josué e Calebe voltaram com fé inabalada e determinação para invadir a terra. Havia dois relatórios, um ruim e um bom e a reação do povo esta descrita: “…toda a congregação…gritou em voz alta; e o povo chorou aquela noite” (Num. 14:1). Fico tentando me colocar no lugar dos que manteram a fé, eu com certeza ficaria com muita raiva dos meus irmãos, um sentimento de desapontamento gigantesco eu creio que Deus teve para com aquele povo, eles duvidavam da promessa convencidos de que Deus tinha mentido pra eles: “Todos os filhos de Israel murmuraram contra Moisés e contra Arão; e toda a congregação lhes disse: Tomara tivéssemos morrido na terra do Egito ou mesmo neste deserto! E por que nos traz o Senhor a esta terra, para cairmos à espada e para que nossas mulheres e nossas crianças sejam por presa? Não nos seria melhor voltarmos para o Egito? E diziam uns aos outros: Levantemos um capitão e voltemos para o Egito” (vs. 2-4).

Creio que muitos de nós já veio a pensar o quão difícil é o fardo de se manter fiel, o inimigo chegando por todos os lados, ter um Deus fiel e infinito ao seu lado e mesmo assim você pergunta pra Ele o porque de estar enfiado em mais uma enrascada que parece não ter saída. Quando eu aceitei a Cristo eu não sabia que seria tão difícil os dias, mas como filho de cristão desde que nasci, aprendi a viver sem os manjares do rei da terra, então tem coisas que não fazem falta pra mim, sou tentado de outras formas, mas fico pensando nas pessoas que aceitaram a Cristo e saíram de um mundo de costumes, de um estilo de vida cheio de cebolas egípcias, entende-se cebola na palavra como um tempero humano para a vida que levavam no cativeiro. Só que não existe volta com recompensa para o Egito, tenho certeza que se o povo decidisse voltar naquele momento, todos os adultos que fugiram de lá seriam mortos e faraó ficaria com o despojo de seus filhos; Pessoas que perdem a fé e voltam para o mundo terão seu sangue bebido pelo diabo, afinal o que ele quer é vingança!

“…e na sua rebelião levantaram um chefe, com o propósito de voltarem para a sua escravidão…” (Neemias 9:17). Sempre haverá um influenciador pronto pra te levar direto pro meio do lixo ao qual todos nós saímos.

“…até quando me provocará este povo e até quando não crerá em mim, a despeito de todos os sinais que fiz no meio dele? Com pestilência o ferirei e o deserdarei; e farei de ti povo maior e mais forte do que este” (Num. 14:11-12).

Existe um limite para a paciência de Deus, a graça é gigante, mas tudo tem um basta, e Deus decidiu arrancar aquele povo da história de conquista, eu consigo pensar no dialogo:

“Vou lhes destruir, Moisés. E a seguir construirei uma nova nação a partir de ti, pois tens sido fiel.” Porém Moisés apelou a Deus para que demonstrasse a Sua grande misericórdia, longanimidade e Seu grande perdão:

“Perdoa, pois, a iniquidade deste povo, segundo a grandeza da tua misericórdia e como também tens perdoado a este povo desde a terra do Egito até aqui” (V. 19).

É aqui que eu quero ficar mais tempo, você pode ser perdoado, mas pode estar excluído da plenitude!

Você pode vir a ser um receptor da graça e misericórdia de Deus, bênçãos e proteção – e contudo nunca a irá desfrutar de uma vida de poder e descanso que já estava planejado para você por Deus. Consequência total da sua falta de fé!

Confesso que fiquei estarrecido com essa conclusão:

“Tornou-lhe o Senhor: Segundo a tua palavra, eu lhe perdoei” (Num. 14:20).

Mas qual foi a reação do povo?

“(Eles)…recusaram a ouvir-te, e não se lembraram das tuas maravilhas, que lhes fizeste; endureceram a sua cerviz, e na sua rebelião levantaram um chefe, com o propósito de voltarem para a sua servidão no Egito. Porém tu, ó Deus perdoador, clemente e misericordioso, tardio em irar-te e grande em bondade, tu não os desamparaste” (Neem. 9:17).

Deus não deixou de enviar o maná, a coluna de nuvem não se dispersou durante o dia, e nem a de fogo na noite, foram sustentados 40 anos no deserto se nenhuma falta. (Neem. 9.19-21). Eles até que estavam numa boa, mas com certeza todos queriam chegar até a terra prometida, mas foi ai que a cobrança pela falta de fé chegou – “nenhum deles verá a terra…” (Num 14:23).

Excluídos, deserdados, Deus voltou atras na sua promessa para com eles – “…e tereis experiência do meu desagrado” (v. 34).

Eu e você precisamos ser muito cuidadosos com o que falamos para Deus e a respeito de Deus no meio de uma dificuldade, comunicar duvida para outras pessoas é ter a mesma postura dos espiões que vieram compartilhar seus medos, existe uma multidão de testemunha a nossa volta e essas pessoas ouvem o que falamos. Você é dos 2 ou dos 10?

“De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam” (Heb. 11:6). “Aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência e lavado o corpo com água pura” (10:22).

Nossa fé deve estar baseada fortemente na palavra de Deus, nos últimos dias existem coisas, fatos, pessoas que cooperam para que duvidemos da realidade de Cristo Jesus. E vamos ser atacados para duvidar disso, essa conversa tola de que Jesus é humano, psicólogo, sábio…, toda essa balela que cobrem as prateleiras de livrarias para tentar humanizar e mortizar Cristo já dura séculos e isso deve ser tido por nós como lixo.

Esses homens que escrevem e se opõem a Cristo enxergam as coisas na esfera humana, mas não podem explicar o porque e do por quê através dos séculos, as pessoas têm estado prontas a morrer por Ele.” E estão perfeitamente dentro de sua mediocridade corretos em ficar quietos — este tipo de devoção não é dada a um homem que foi devorado pelos cães. Ela é reservada para Aquele que ressuscitou e Se assenta entronizado no Céu!

Esses pobres, inconsequentes, creio eu não fazem a mínima agitação na mente de Deus. Creio que o que feri e ira o Senhor é a incredulidade daqueles que se declaram consagrados a Ele! Deixe esses coitados zombarem de Deus,… milhões de homossexuais desfilem pelas ruas e blasfemem o Seu nome. Não creio que seja isto o que mais ofenda a Deus. Pelo contrário, estes não significam nada em Sua mente quando comparados à preocupação e à murmuração do Seu próprio povo! O que mais ofende a Deus é a incredulidade!

Devemos aprender a não julgar pecados como adultério, fornicação, drogas, álcool ou qualquer outro pecado da carne, porque o que mais ofende a Deus é confessarmos o seu nome e vivermos uma vida de recusa de fé.

 A Sua Palavra diz:

“…o Senhor sabe livrar da provação os piedosos…” (2 Ped. 2:9). “…Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar” (I Cor. 10:13).

Ou estes versículos são o evangelho, ou então são mentiras. Mas se são o evangelho, então devemos guiar-nos por eles! Deus deseja que estejamos capacitados a dizer: “Senhor, se eu morro aqui, confiando que Tu cuidarás de mim o tempo todo, então permitas que eu morra na fé. Viva ou morra, eu sou Teu!”.

 Esteja firmado contra todos os ventos e ondas do inferno, elas viram e deixe que venham mesmo. Nosso Deus é soberano e suficiente e Ele nos mostrará o caminho do livramento.

Existe um plano de alegria, paz, vitoria e descanso em nosso caminhar, devemos ser achados como os que se levantarão contra o que esta vindo neste período de trevas e falta de fé, posicionado em serenidade e com paz que só Cristo pode nos dar. Salvo e Feliz!

Graça & Paz

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s