O Dom de Doar-se

Publicado: maio 26, 2011 em Evangelho, Textos

Certa ocasião, um perito na lei levantou-se para pôr Jesus à prova e lhe perguntou: “Mestre, o que preciso fazer para herdar a vida eterna? “
“O que está escrito na Lei? “, respondeu Jesus. “Como você a lê? “
Ele respondeu: ” ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todas as suas forças e de todo o seu entendimento’ e ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’”.
Disse Jesus: “Você respondeu corretamente. Faça isso, e viverá”.
Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: “E quem é o meu próximo? “
Em resposta, disse Jesus: “Um homem descia de Jerusalém para Jericó, quando caiu nas mãos de assaltantes. Estes lhe tiraram as roupas, espancaram-no e se foram, deixando-o quase morto.
Aconteceu estar descendo pela mesma estrada um sacerdote. Quando viu o homem, passou pelo outro lado.
E assim também um levita; quando chegou ao lugar e o viu, passou pelo outro lado.
Mas um samaritano, estando de viagem, chegou onde se encontrava o homem e, quando o viu, teve piedade dele.
Aproximou-se, enfaixou-lhe as feridas, derramando nelas vinho e óleo. Depois colocou-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e cuidou dele.
No dia seguinte, deu dois denários (um denário era o equivalente ao salário de um dia) ao hospedeiro e disse-lhe: ‘Cuide dele. Quando voltar lhe pagarei todas as despesas que você tiver’.
“Qual destes três você acha que foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos assaltantes? “
“Aquele que teve misericórdia dele”, respondeu o perito na lei. Jesus lhe disse: “Vá e faça o mesmo”.

Todos nós conhecemos a historia do samaritano e talvez ela seja mesmo a mais famosa das parábolas do Novo Testamento e Jesus fez questão de deixar bem claro para todos os religiosos daquela época e consequentemente da nossa época que a verdadeira Religião esta relacionada diretamente a COMPAIXÃO, com uma ATITUDE, AÇÃO EM PROL DE ALGUÉM.

Tiago 1.27 A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo.

Aquele jovem religioso que foi conversar com Jesus tinha uma preocupação muito coerente com relação a vida eterna e isso deve ser uma preocupação verdadeiramente fincada na nossa mente em todo o tempo. Nossa vida terrena é muito curta quando vislumbramos a eternidade e devemos estar atentos ao que realmente nos garante a entrada no novo céu. É lindo ver quantas vezes Jesus se dispôs a nos mostrar o caminho que leva aos céus, quando Ele mesmo afirma que ninguém poderá ver Deus se não for por Ele mesmo. Jesus é taxativo em dizer que o cuidado com o próximo é um item fundamental na busca pela eternidade. Não é o principal, mas é nossa responsabilidade zelar pela obra da criação e isso inclui o nosso próximo, pois esse cuidado reflete nosso relacionamento de forma pessoal com Deus.

Você pode vir até dizer que existem muitas pessoas que já fazem esse serviço filantrópico ao próximo, mas existe um erro de ordem hierárquica nesse trabalho: Fazer o bem somente pelo bem é algo louvável e honroso mas essa honra acaba sendo algo terreno e falível aqui, mas fazer o bem pela motivação de entrega em Cristo isso sim traz galardão eterno, porque quando você tem uma ação espiritual é algo de dentro pra fora, altruísta e nisso esta o galardão, porque a honra por termos a oportunidade de dar e doar deve ser totalmente devotada a Cristo.

Gosto de pensar e também perceber que a Bíblia nos manda fazer o bem de uma forma que as outras pessoas não saibam o que estamos fazendo. Quando você fizer o bem que a “que sua mão esquerda não saiba o que faz a sua mão direita” – (Mateus 6.3). Vemos Jesus muitas vezes dizendo aos que curava pra não espalharem a notícia do milagre. Sinceramente as vezes eu não consigo entender por que Cristo fazia isso, mas uma coisa eu entendo – Jesus nunca buscou glória para si, tudo que Ele recebia, Ele dedicava ao Pai que esta nos céus e entendo que nunca a glória é digna de estar em nós, o único digno de Gloria é Deus.

É lindo perceber, e nisso eu gosto de romancear o fato que o samaritano fez a boa obra de salvar a vida daquele homem a beira da estrada e talvez nunca tenha contado pra ninguém. Vou me apegar aqui porque se ele, o samaritano, não contou a ninguém que ele fez essa boa ação, fica a pergunta – como essa história se tornou conhecida?! Cristo omnisciente, sabia da prática daquele homem e Cristo se encarregou de testemunhar por Ele. Imagine você como o samaritano, um senhor já de idade conversando numa pracinha qualquer e de repente alguém chega e relata esse fato e você espantado relembra de ter feito isso a muito tempo atras. Gosto de imaginar a alegria no coração daquele homem em pensar “nunca contei essa história pra ninguém e Cristo agora esta testificando de mim”.

Imagine sua história ser um testemunho na boca de Cristo?!

Procure se enxergar no homem caído a beira da estrada agonizando, creio que esse exercício fez com que o samaritano tivesse abdicado do seu tempo, do seu cuidado, de sua atenção e até do seu dinheiro para com aquele homem. Isso é usar de misericórdia e isso independe de quem você é, do que você faz ou de quanto você tem.

Quando aprendermos a praticar o bem sem esperar nada em troca seremos testemunhas de Cristo e quem crescerá em honra será Ele –  Jesus. É essa definitivamente é nossa grande missão – Glorificar a Cristo com nossas atitudes. Sermos achados em graça por Deus é uma honra e será o nosso galardão eterno. Glórias a Deus por isso – sermos testemunhas da misericórdia e da graça de Deus!

Graça & Paz

comentários
  1. Camilla disse:

    Murilo, tenho sido muito abençoada por seu blog, e posso dizer que esta parábola é muito real e importante, principalmente neste mundo onde as pessoas só fazem o bem esperando algo em troca, nem que seja reconhecimento.
    Continue nos abençoando com suas palavras.
    Camilla

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s