É fraco q sou forte!

Publicado: julho 28, 2011 em Evangelho, Textos

Jaco, um homem que mancava por ter lutado com Deus, ergueu-se uma nação por meio dele!

Nunca confie em uma pessoa que não “manca”, nunca deposite confiança em alguém que não tem a marca do toque de Deus!

Quando ouvi essa frase, fiquei estasiado pela simplicidade e verdade que ela traz. De forma objetiva, quero compartilhar o que tenho aprendido nos últimos dias, porque não dizer horas:

Pessoas perfeitas não existem!

Pessoas imperfeitas somos todos nós!

Pessoas que reconhecem suas faltas e falhas, prosseguem no caminho e tentam vencer suas falhas e serem úteis mesmo com seus erros, são poucos!

Buscando ser um cristão melhor, buscando ser um habitante deste planeta melhor, devo aprender que apesar dos meus erros, faltas e pecados, eu posso, através da graça de Cristo, de seus dons, assim como da sua misericórdia fazer diferença para as pessoas.

Mesmo que seja uma ou duas pessoas. Creio que todos nós fomos chamados para um propósito no Reino, e isso esta intrinsecamente ligado a abençoar pessoas, e acredito que a maioria de nós vai abençoar no máximo alguns poucos que estão a nossa volta. Tal como aquele texto diz “do que vale ganhar o mundo e perder sua alma…”, a salvação é individual, assim como as responsabilidades, mas temos responsabilidades sobre as pessoas que estão mais próximas de nós, família, irmãos, amigos, é sobre esses que temos responsabilidade de sangue sobre nossas cabeças. Mesmo sendo falhos, faltosos e cheios de defeitos, podemos fazer a diferença entre a salvação e a perdição dessas pessoas que são tão importantes nas nossas vidas.

Mesmo que manquemos, mesmo que tenhamos espinhos na carne, devemos ser dignos de uma integridade de espirito vinda de Cristo, o Pai não esta procurando homens perfeitos, ele esta procurando adoradores, que o adorem em espirito e em verdade!  (João 4.23).

Não quero aqui, de forma alguma, enaltecer os defeitos ou pecados, eles nunca serão bem-vindos na nossa vida, mas a Bíblia nos manda perdoar as faltas dos nossos irmãos 70 x 7, por dia, e liberar perdão a si mesmo é uma dessas dadivas, reconhecer seus próprios pecados e vence-los e não tornar nunca mais a pratica-los.

Tal como o Rei Davi, tão cheio de deslizes, duvidas e pecados, mas que tinha um coração quebrantado e arrependido, reconhecedor de sua falibilidade humana, mais ainda, conhecedor do poder do amor de Deus. Que possamos ser assim, como Davi, mesmo manco … alguém que tinha coração segundo o coração de Deus!

“O Senhor ampara todos os que caem e levanta todos os que estão prostrados.”  – Salmos 145.14


Anúncios
comentários
  1. Camilla disse:

    Oi Murilinho!!!

    É muito bom entendermos o quanto somos falhos, mas mesmo assim não deixamos de ser usados como ferramenta de Cristo para fazer a diferença na vida das pessoas que foram colocadas próximas a nós por Ele.

    Você e a Fê têm feito muita diferença em minha vida! Obrigada!!!
    Amo vocês!
    Beijos,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s