Andando e ouvindo

Publicado: agosto 30, 2011 em Evangelho, Textos

1 – “Então Jó respondeu ao Senhor:
2 – “Sei que podes fazer todas as coisas; nenhum dos teus planos pode ser frustrado.
3 – Tu perguntaste: ‘Quem é esse que obscurece o meu conselho sem conhecimento? ’ Certo é que falei de coisas que eu não entendia, coisas tão maravilhosas que eu não poderia saber.
4 – “Tu disseste: ‘Agora escute, e eu falarei; vou fazer-lhe perguntas, e você me responderá’.
5 – Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram”. – Jó 42.1-5

Jó era um homem de muitos bens, realmente rico e abastado em todas as suas posses. O começo do livro de Jó fala de um homem que era assim e alem de tudo era alguém justo, alguém que seguia os caminhos da bondade, reto e correto perante Deus. Esse mesmo homem passa a ser tentado em tudo na sua vida por permissão divina, realmente ele passa por um teste de fé, talvez um dos testes mais intensos que alguém possa vir a passar, perde suas posses, seus bens, filhos, família, sua saúde física, tudo lhe é tirado e mesmo assim ele se mantém sóbrio e crendo que isso é a vontade de Deus para com ele. É possível lermos na Bíblia momentos em que Jó passa a indagar a Deus sobre tudo isso, mas seus questionamentos não estão vinculados a uma perda da fé mas sim numa ânsia desesperada para ver quais os sentidos de tanto sofrimento decaindo sobre ele.

Relendo essa passagem de Jó 42, eu reparei em como Jó declara que em um determinado momento da vida dele, passou a ter diálogos com Deus. Primeiro vemos ele professando a sua fé mais uma vez: “Sei que podes fazer todas as coisas, nenhum dos teus planos pode ser frustrados.”

Depois disso ele diz que Deus lhe pergunta: “Quem é esse que obscurece o meu conselho sem conhecimento? Deus passa a dialogar com Jó, lhe fazendo perguntas sobre ele mesmo, Deus indaga Jó sobre a sua própria existência humana, literalmente demonstrando a Jó que ele não conhecia ele próprio, e que ele não se conhecendo seria incabível que ele tenta-se explicar sobre as grandiosas obras que Deus pode realizar, porque ele, Jó não era capaz de definir se quer sua existência física, quanto mais as “coisas tão maravilhosas” de Deus.

Jó passa então a visualizar que ele precisa se colocar numa posição de eterno aprendiz em Deus, no versículo 4 esta escrito:  “Tu disseste: ‘Agora escute, e eu falarei; vou fazer-lhe perguntas, e você me responderá’. – É visível que Deus se apresenta dessa forma a Jó, lhe fazendo questionamentos sobre o que Ele falar quando Jó passar a escuta-lo, tal como um sábio x escudeiro.

A partir dessa troca Jó percebe que antes ele “só conhecia Deus de ouvir falar”; Depois de passar os dias ouvindo os ensinamentos de Deus e sendo indagado sobre seu aprendizado de forma prática, em suas lutas e aflições, Jó reconhece que agora “conhece a Deus de com Ele andar”.

Conhecer a Deus de forma prática é aprender com Ele, ouvir seus ensinamentos e muitas vezes tentar responder suas indagações através de atitudes em nosso dia-a-dia. Deus se coloca nessa posição de mestre ao nosso lado, nunca nos deixando sozinho no caminho, mas andando ao nosso lado em cada passo para nos ensinar nessa jornada.

Aprendendo a viver assim não mais conheceremos a Deus de ouvir falar dele por ai, mas sim de andar passo a passo todos os dias da nossa vida, tal como Jó aprendeu a viver e isso lhe trouxe de volta todas as bênçãos que Deus tinha para Ele.

Graça & Paz

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s