Amor de Graça

Publicado: outubro 4, 2011 em Evangelho, Textos

“Mas eu sou pobre e necessitado; contudo o Senhor cuida de mim. Tu és o meu auxílio e o meu libertador; não te detenhas, ó meu Deus.” – Salmos 40.17

Existem algumas passagens na Bíblia que falam sempre profundamente comigo, uma delas é o Salmo 40. Existem inúmeras musicas baseadas nesse texto, tal como a 40 do U2 que destaca o socorro de Deus quando esperamos com paciência e fé na provisão divina.

Mas hoje lendo esse versículo em especifico algo novo se destacou aos meus olhos: A consciência e a humildade de Davi!

Sabemos que Davi era um homem segundo o coração de Deus (Atos 13.22). Creio que muito do fato de ele ser segundo o coração de Deus tinha a ver com a plena convicção da sua falibilidade como ser humano, vejo Davi usufruindo da graça e do amor de Deus antes de Cristo vir ao mundo.

O mundo Cristão esta dividido em duas grandes eras, a Era Mosaica ou Era da Lei, baseada nos preceitos que Moisés escreveu a partir da revelação de Deus e a segunda era, a qual nós estamos, a era que começou a partir do sacrifício de Cristo na cruz, onde o véu da lei foi rasgado e começou então a vigorar a Era da Graça, onde todos nós gentios passamos a ter livre acesso a herança que antes era apenas no povo judeu, que descendia diretamente da linhagem de Abraão, passando por José, Davi e tantos outros que chegam em Cristo.

Vejo em Davi muito do que eu anseio para a minha existência aqui, um adorador que tinha a capacidade de tocar e curar o coração atormentado do rei Saul através do seu louvor puro a Deus, um Rei amante das verdades divinas e mais do que isso um homem que andava na terra segundo as vontades do coração de Deus, e como já disse, creio que isso deve-se muito ao fato de que Davi sabia que por ele mesmo sobrava apenas o velho homem falho, pecador, sujo e corruptível, mas através do quebrantamento continuo diante da presença de Deus, Davi tinha livre acesso a sala do trono,

…mesmo em meio a lei, Davi desfrutava da Graça…

… quando aprendemos a abraçar a graça em amor, passamos a andar segundo o coração de Deus, e tudo em nós é otimizado, passamos a adorar segundo o coração de Deus, passamos a existirmos em santidade, continuamos homens e passíveis do erro, tal como Davi foi, mas a sensibilidade divina passa a habitar em nós e assim o Espirito Santo se torna vivo…

Numa existência incondicional de alegria e plenitude, rumamos ao céu, mesmo sendo pobre pecador, falho, sem nenhum merecimento, as mãos de Deus “nunca estarão detidas para nos abençoar”… 

Deus nos ama, e o amor dEle é infinito e incondicional, só depende de nós reconhecermos e enxergar-mos seu toque em todo o tempo!

Graça & Paz

Anúncios
comentários
  1. Alex Rosário disse:

    Cara muito boa as coisas que vc escreve mano.que o senhor te abençõe e te use sempre!

  2. Adoro seus posts! Você reflete o amor de Deus, isso é incrível!
    Saudade de você e da Fê.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s