Inclinado

Publicado: outubro 27, 2011 em Diversos, Evangelho, Textos

“Quando, pois, Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado! E, inclinando a cabeça, rendeu o espírito.” (João 19.30)

“Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; As suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas.” (Cantares 8.6)

“O Senhor teu Deus, o poderoso, está no meio de ti, ele salvará; ele se deleitará em ti com alegria; Calar-se-á por seu amor, regozijar-se-á em ti com júbilo.” (Sofonias 3.17)

Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.” (1 Coríntios 1.18)

INCLINADO

Foi voluntário, Ele o fez porque quis
Inclinou a cabeça e depois morreu
Inacreditável e eu não posso entender
E ele silenciou por por me amar

Naquele momento Ele morreu
E tudo que é divino olhou a escuridão
O amor que é mais forte que a morte
Percebeu a vida eterna ali

Insano, eu não posso entender
Só consigo entender o que diz respeito a mim
Você me escolheu e fez isso naturalmente
Inclinou a cabeça e depois morreu

Quem sou eu para crucificar Cristo?
A imortalidade reluz na sua morte
A eternidade brilha na sua ressurreição
Inclinou a cabeça e me deu sua Vida

Jesus, eterno, soberano, gloriosa vocação

Graça & Paz

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s