Santa Graça

Publicado: março 6, 2012 em Diversos, Evangelho, Textos

Quando pensamos em Adão no Jardim do Éden logo percebemos que o homem foi lançado no vicio do pecado por ele mesmo, não um acidente de percurso, foi uma escolha, parte da natureza e isso sendo natural do ser humano, não há como nos vermos livres do pecado por meio de nossos próprios esforços solitários, não há religião que possa nos curar, nem descrença no pecado, nem muito menos rituais de purificação…

Temos uma inclinação para o mal e quem revela isso é o mistério que envolve a salvação e a graça de Deus atuando em nós, só Jesus pode nos tirar disso, só o Espírito Santo de Deus pode nos convencer da nossa desgraça, sem esse constrangimento ficamos acostumados com o lamaçal ao qual estamos envolto. Somos impotentes e só o sangue de Cristo na cruz pode ser a força e o poder pra nos livrar.

Muitos falam de vida espiritual e praticas diária da busca pela santidade, mas esquecem do caminho miraculoso que envolve esses passos puros. O sangue que nos redimiu na cruz, alinhado com a busca espiritual explica de uma maneira profunda e sublime a vocação que temos de sermos amados por Deus mesmo sendo pecadores miseráveis. Assim percebemos o custo da graça, quando somos dirigidos pelo Espírito, que nos faz distinguir.

Logo o primeiro aspecto da santidade envolve diretamente o Espírito Santo, só o Espírito pode nos convencer do pecado e assim reconhecermos o incondicional e soberano amor de Deus. Fora da presença de Deus nossos pecados são cheios de justificativas e desculpas, só diante da Cruz percebemos o quanto somos pecadores e entendemos que podemos através do arrependimento alcançar o perdão.

Muitas vezes estamos envolvidos com a compreensão intelectual dos ensinamentos, mas não o colocamos em pratica, de forma que os nossos sentimentos e afetos sejam constrangidos ao convencimento de nossas falhas. Quando isso não acontece continuamos a acreditar que somos santos, a religiosidade tende a nos convencer que somos íntegros e bondosos e esse é um dos piores pecados que podemos viver: o de acharmos que somos santos, Puro farisaísmo travestido de boas intenções.

O segundo aspecto que devemos olhar este ligado ao fruto do Espírito em contraste com as obras da carne. É engraçado perceber a forma que esses detalhes foram escritos, obras da carne está no plural indicando uma fragmentação, uma quebra, uma deterioração das realizações humanas díspar e independente de Deus. Já o fruto do Espírito, encontra-se no singular, representando uma vida de unidade porque nasce da integridade da presença de vida em nós.

Muitas vezes eu vejo pessoas confundido o conceito de santidade com o moralismo, moralismo se baseia em princípios da sociedade, costumes, doutrinas, quando santidade não é um manual de bons modos e sim a própria presença do Espírito Santo infuso no nosso caráter gerando então o fruto do Espírito em amor, alegria, paz, longanimidade, bondade, fidelidade, mansidão…

Santidade também passa longe da confusão do legalismo, proibições e punições aos infratores, o Espírito Santo é diferente disso tudo, não se baseando em proibições, mas no avesso disso, ele potencializa o humano, amparado, moldado e guiado por Deus a fazer o bem e ser resistente ao mal.

O santo não é o que não peca, mas sim o que reconhece e admite que é pecador e encontra na cruz de Cristo o Perdão de Deus. O perdão só é encontrado por aqueles que se veem miseráveis a cada dia diante do coração quebrantado pela obra da cruz.

A verdadeira santidade esta no dia-a-dia simples do cristão, longe da retórica religiosa. Uma busca intensa de ser parecido com Cristo e se deixar levar pela plenitude do Espírito.

De forma radiante e graciosa devemos buscar o bem e resistir o mal, nos tornando capazes de, pelo Espírito Santo, admitir e confessar todas as nossas contradições.

Graça & Paz

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s