Chamado a Seara…

Publicado: julho 1, 2012 em Diversos, Evangelho, Textos

Acredito que algumas figuras e ilustrações que aprendemos ao longo dos anos são responsáveis por dificultar nossa atuação mais incisiva na vida cristã; Não estou dizendo que a figura esta errada, estou dizendo que a explanação não tem mais funcionado como deveria ser, vou exemplificar:

Quando lemos o texto de Mateus 9.37 que diz: “Então, disse aos seus discípulos: A seara é realmente grande, mas poucos os ceifeiros” a coisa toda parece ficar meio distante. Qual de nós que não tenha sido exposto as histórias Bíblicas sabe o que vem a ser seara? Mais ainda, o que é ceifeiro? É fato que podemos entender o texto por meio de interpretação e lógica, não estou querendo aqui nivelar por baixo, mas algumas coisas realmente ficam longe de nós.

No contexto que essa passagem foi escrita, algo a mais de 2000 anos atrás, essas palavras e essas ações eram rotina do dia a dia, as pessoas plantavam para comer, e todo mundo sabia o que era seara e ceifeiros, porque a maioria deles o era por conta de sobrevivência, as pessoas plantavam para comer; Trazendo mais pra perto tal como a 50 anos atrás, isso ainda fazia parte do comum dos nossos avos, até pais, éramos uma sociedade agrária, onde ainda era necessário a mão de obra humana para a manutenção da agricultura. Fico pensando se talvez não seja por isso que o evangelho era mais pratico, engajado e priorizado, de forma a ser o estilo de vida das pessoas. A própria Bíblia diz que o evangelho é algo braçal e perdemos muito disso com a revolução tecnológica que nos envolve.

Dê 50 anos para cá o mundo mudou drasticamente, passamos de uma sociedade tipicamente agrária para uma sociedade informatizada e tecnológica, onde, por exemplo, as verduras que comia-mos eram todas trabalhadas por mãos humanas, hoje são aradas, plantadas, colhidas e embaladas por máquinas automatizadas.

Os processos mudaram, tudo parece mais simples e fácil pelo fato que não fazemos mais parte do processo por completo. Crianças acham que suco nasce dentro de caixinhas tetrapak, e na verdade a coisa é tão antinatural que é capaz que nasça mesmo, dependente apenas de corantes e alguns xaropes que dão um sabor simulado.

Dentro do processo de maturação de uma vida cristã existe sim pessoas que foram atrás da semente, prepararam o terreno, plantaram… colheram, enfim, fizeram parte de todo o caminho, mas a própria Bíblia nos diz que cada um tem o seu chamado dentro do corpo de Cristo e entendo que quando lemos esse texto dos ceifeiros, ele nos fala de que os trabalhadores que se dedicam por um bem maior, ele esta falando sim dos que colhem os frutos, mas também dos que plantam, dos que aram a terra, dos que regam e adubam, de todos os trabalhadores e a conclusão que tenho ao pensar assim é que não faltam só os ceifeiros, faltam todos esses que se dedicam no campo da seara espiritual e assim percebemos que o trabalho é ainda maior do que imaginamos.

Agora vou tentar contextualizar, trazendo isso para o meu mundo, no caso Arquitetura ou Construção Civil, abrindo um parêntese: Jesus usa a agricultura em muitas figuras porque isso era a profissão em voga da época, ele poderia ter usado outras figuras como padeiros, carpinteiro… comuns também a sua época. Na arquitetura atual temos um mercado de trabalho super aquecido e em plena expansão, o mundo esta passando por uma mudança profunda e a arquitetura esta deixando sua marca. Como profissional eu enxergo o quanto há necessidade de pedreiros, marceneiros, serralheiros, encanadores, eletricistas, gesseiros, pintores… em todas as áreas existe demanda de trabalho e falta de mão de obra qualificada, especifica e aplicada, e esse cenário é muito parecido com o que Cristo assinala na sua época com relação ao mundo espiritual.

Tente trazer para a sua vida agora, o que falta no seu mundo de trabalho? É fácil entender essa figura quando você a contextualiza no seu dia a dia.

Cristo te chama com as suas capacidades e talentos! Tenho certeza que você consegue fazer algo bem feito e quando o faz as pessoas são atraídas e é nessa hora que você pode passar a discípular.

O chamado para a ceifa é muito maior do que imaginamos, é fazer alguém aceitar a Jesus sim, é fazer com que conheçam a Cristo e se firme nEle, se tornando frutífero e então um discipulador em potencial e pratico … Definitivamente um chamado glorioso!

Graça e Paz

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s