Arquivo da categoria ‘Diversos’

Ouro

 

 

 

 

 

Essas provações são para mostrar que a fé que vocês têm é verdadeira. Pois até o ouro, que pode ser destruído, é provado pelo fogo. Da mesma maneira, a fé que vocês têm, que vale muito mais do que o ouro, precisa ser provada para que continue firme. E assim vocês receberão aprovação, glória e honra, no dia em que Jesus Cristo for revelado.” – 1 Pedro 1.7

Não é a primeira e sei que não será a última vez em que me sinto assim, meio vazio, meio fraco, meio triste, como se as cores perdessem o contraste e o brilho meio que estivesse se esvaído, não que os dias sejam cercado de grandes provas, não que meu coração esteja em uma grande dúvida ou as circunstancias sejam graves e fizessem com que minha alma estivesse em desespero… não é um sentimento tão drástico assim, é algo bem mais perene, bem mais próximo de um estado normal de espirito, parece um pouco de cansaço pela caminhada diária, se assemelha a um apego não quisto da rotina e isso as vezes se amplifica e traz uma tristeza quase que natural.

Antigamente eu não podia aceitar na minha caminhada esses momentos de solidão, pensava que estar assim era algo realmente ruim, mas aos poucos a vida nos ensina que esses momentos são necessários e devem ter um valor na nossa jornada, são momentos de contemplação, momentos de apreciação da complexidade da vida humana, mas que também nos revela o conforto da vida em fé… Sinto que esses momentos são aqueles períodos de “dor de crescimento”, lembro de quando era adolescentes e por vezes sentir algumas dores no fêmur e meu médico dizer que era um tipo de dor de crescimento, pois os músculos e tecidos estavam sendo distendidos por conta da evolução de tamanho, como se fossem esticados, sinceramente não sei se isso tem realmente algum fundamento biológico, mas fato é que essas dores acontecem também no nosso caráter, na formação da nossa evolução como ser cristão maduro.

A Bíblia nos diz em certa passagem que “ao que muito foi dado, muito será exigido”, isso realmente é um conforto de que se estamos sendo exigidos, se está doendo é porque estamos sofrendo e sinal de que a nossa evolução ainda está em processo, que estamos crescendo e alcançando cada vez mais maturidade…

A sequência do texto de Pedro diz “a fé que vocês têm… precisa ser provada para que continue firme” – não se trata unicamente de uma questão de evolução ou crescimento pura e simplesmente, se trata de uma questão de equilíbrio, os elementos só estão “firmes” no sentido de força quando estão equilibrados, e pra isso precisamos constantemente passar por provações que nos fazem lembrar da manutenção e da convicção da nossa firmeza em Cristo Jesus!

Para estar em fé precisamos ser provados, a provação nos ensina a sermos firmes e então em algum momento da nossa história, não por mérito ou por que somos bons, mas por termos nos despojados da nossa humanidade de dúvidas e falta de crença, quando definitivamente vivermos e andarmos por fé pratica, receberemos os galardões da graça suprema, seremos aprovados, seremos honrados e glorificados naquele grande, glorioso dia em que Cristo Jesus for soberanamente revelado!

O conforto da dúvida humana é a fé no Cristo eterno!

Graça & Paz

 

Anúncios
Dorothy Church near Drumheller, Alberta

The old pioneer church in Dorothy, Alberta

Um pensamento sobre a igreja atual é que existem mega-ministérios e pequenas portinhas que tentam propagar o evangelho, podendo ser que venhamos a pensar que existem igrejas grandes e igrejas pequenas, assim, tento entender o que torna uma reunião de pessoas em uma igreja.

A igreja e seu culto não é formado só por um conglomerado de seres humanos, mas, principalmente, pela presença santa e soberana do Espirito Santo e da poderosa ação do nome de Jesus Cristo, e nesse lugar, em torno dessa atmosfera paira a presença santa de Deus. A presença de Deus posso dizer quem em nada mudo de tamanho com 5 pessoas em uma igrejinha ou com 5000 numa grande congregação… o grandioso Deus não muda de tamanho porque nos ajuntamos menos ou mais.

O que quero que você que me lê entenda é que uma igreja viva não depende nem um pouco da quantidade de pessoas que entram em transe espiritual ou que fazem parte de um determinado mover, uma igreja, na essência da sua essência é uma assembleia de crentes que estão unidos num proposito único de adorar e buscar a presença de Deus, e Ele, Deus, não questiona a dimensão da sua congregação em quantidade de pessoas.

A habitação do Espirito Santo começa de forma singular, no coração de cada pessoa que busca de forma dedicada a purificação da sua alma e corpo para que o Espirito Consolador faça morada perene nesse lugar dentro de cada um de nós.

Um pensamento de Tozer diz que “Deus perpetua pela repetição”. Isso me faz pensar que todos viemos de uma linha de pensamento inspirada em outra linha de pensamento que nos liga diretamente à igreja primitiva e a Jesus, somos uma mesma família por linhagem, descendência histórica e humana, por todos nós permeia um fluxo de vida que vem desde a Adão e chega no DNA de Deus, a mesma raça, com a mesma natureza, o que faz com que isso seja soberanamente uma ligação intrincada e espiritual…

Podemos não ser de uma determinada igreja, ou determinada linha de pensamento teológico, ou protestante, ou calvinista, ou seja, lá o que for… Todos temos a linhagem da vida vinda diretamente de Deus!

Nem maiores, nem menores, nem mais santos, nem mais pecadores, o importante é a misteriosa graça que permeia pelos séculos e nos une a Cristo como santos e passiveis da ação do Espirito Santo o resto são só conceitos que criamos para nos separarmos uns dos outros e consequentemente de Cristo!

“Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.” – 1 Coríntios 12:12

Graça & Paz

Equação?!

Publicado: dezembro 1, 2014 em Diversos, Evangelho, Textos

Looking at Difficult Complex Equation [146796732]

“Com um coração sincero eu te louvarei a medida que for aprendendo os teus justos ensinamentos”. – Salmos 119.7

Lendo esse texto consigo ver destacados três pontos perfeitamente simétricos e dependentes entre si, tornando-se mutuamente necessários para a manutenção de cada um. O escritor desse salmo se coloca numa posição de humildade e dedicação custosa de devoção e perseguição de um alvo maior em sua vida

Muitos de nós somos dedicados ao serviço do louvor em nossas comunidades, através da música, e por vezes, fazemos disso a razão existencial da nossa história cristã, quando o que realmente deve acontecer é que o nosso foco principal de honra seja Deus, e não algo que criamos como divino para colocar nosso coração hipócrita no centro dos holofotes, disfarçando de uma roupagem de humildade. Corremos o risco de nos perder ao fazer do nosso “louvor” uma forma de nós “crescermos e Ele diminuir”, invertendo a ordem da vida cristã ensinada na Bíblia.

O primeiro ponto que vejo equilibrando a vida cristã no salmo citado é o coração sincero. Só um coração sincero é capaz de ser integralmente devoto a Cristo com plenitude e chegar ao que vejo como o segundo ponto de equilíbrio:

Louvor! Lembro automaticamente daquele texto que diz “o pai procura adoradores que o adorem em espirito e verdade…” O louvor não é uma instituição cega e forçada, pelo menos não deveria ser assim, o louvor depende de uma sinceridade de coração, de uma cultura de vida, dia a dia, passo a passo, podemos ser subitamente tocados pelo espirito, desde que lhe demos liberdade para agir em nós, mas o louvor sincero tem uma mão única e direcionada ao trono de Deus. Logico que seremos abençoados e sentimos uma comunhão grandiosa quando cantamos e louvamos, mas o louvor não é algo dedicado ao nosso bem estar e sim a subir como oferta pura de um coração sincero, espero que você esteja percebendo comigo, como as coisas são dependentes umas das outras nessa linda equação.

Por fim o terceiro ponto e também perfeitamente equilibrado entre os outros dois esta o Aprender! Gosto muito de pensar sobre o aprendizado porque esse tema me leva a absorção de conhecimento e construção de sabedoria, algo que é sim um dom de Deus dado a nos e que devemos ter imenso apreço e carregar com temor, cuidado e responsabilidade. Engraçado perceber que o Aprender vem depois de um Coração Sincero e depois de Louvor, pra mim isso é um tanto quanto chocante porque já me peguei julgando e dizendo que devemos estar aptos a fazer a obra, mas antes da preparação, e não estou falando do que devemos estudar por obrigação e formação intelectual e técnica, devemos primeiro ter um Coração Sincero e Louvor a Deus, a partir de então conseguiremos ter uma base capaz de Aprender os justos ensinamentos de Deus.

Só tendo um Coração Sincero, que de uma forma figurativa vejo como sendo o caderno das nossas vidas, e um Louvor de Espirito e Verdade, que vejo como sendo uma caneta pela qual as mãos de Deus escreverão em nosso coração, só assim aprenderemos forjado e escrito em nós e através do Espirito os Justos Ensinamentos de uma vida de serviço, amor e zelo, independente da posição que tenhamos dentro de qualquer hierarquia humana, o mais importante é estarmos sobre todas as coisas próximos de Deus e de sua soberana e maravilhosa vontade.

Graça & Paz

Corrida pela Vida

Publicado: maio 27, 2014 em Diversos, Evangelho, Textos

Image

Corra a boa corrida da fé e ganhe a vida eterna. Pois foi para essa vida que Deus o chamou quando você deu o seu belo testemunho de fé na presença de muitas testemunhas.” – 1 Timóteo 6.12

Interessante perceber que o texto diz para corrermos a corrida da fé que assim ganharemos a vida eterna. Não esta imposta a condição de que temos de ganhar a corrida, mas sim corrermos a corrida!

No reino de Deus não vemos essa questão de melhores ou piores ser muito explorada, o que vemos é “os que são e os que não são”, pois isso não denota o esforço próprio e as qualificações pessoais de cada individuo, mas sim, a questão da escolha de cada ser pelo certo ou pelo errado.

É sim o ato de corrermos o caminho da fé até o fim que nos fará ganharmos o premio da soberana vocação, como Paulo relata, que nada mais é do que a Vida Eterna em Cristo.

A partir do momento que escolhemos Cristo, Ele escolhe nos aceitar como coerdeiros da Herança Celestial… a Vida Eterna… de Graça!

Graça & Paz

Onde quero estar…

Publicado: março 26, 2014 em Diversos, Evangelho, Textos

Image

Adorar-te mesmo quando não há holofotes,

Amar-te quando o mundo me odeia,

Buscar-te quando só você pode me ver,

A escolha diária de andar as suas pisadas.


Deus meu, amigo meu, meu seguro no meio das lágrimas, és quem vem secar o meu choro mesmo quando todas as lagrimas já se secaram, sobrando apenas os soluços… Por mais aflições e tristezas que o mundo possa me impor, jamais será paralelo para o quanto Você, Jesus me fez e faz feliz, te ter Jesus é ser feliz pra sempre e no sempre dos dias.

Os dias de glória podem ter até ido embora e hoje talvez seja somente dos dias comuns, de uma história que se segue, mas é nos pequenos e simples momentos que quero e devo ser fiel em adora-Lo e eu sei que se quiseres ira vir aqui me encontrar na fidelidade do pouco e então me colocará no muito que escolher, mesmo se me sobrar somente o folego de vida e mais nada, estarei recebendo além do muito mais que eu posso merecer e é só a tua graça que pode me fartar tanto assim, porque enfim ela é tudo o que me basta … Sua doce graça!

Fidelidade eterna, soberana e doce de um Deus constante e amigo infindável o qual apenas um abraço pode me sustentar em felicidade por todos os meus dias da eternidade, simplesmente onde eu quero estar, na sua sala de estar…

“O teu sol não voltará a se por, e a tua lua não minguará jamais, porque Yahweh será a tua Luz perpetua, e os teus dias de luto e amargura chegarão ao fim”! – Isaías 60.20

Graça & Paz

Felicidade a qualquer custo?!

Publicado: março 12, 2014 em Diversos, Evangelho, Textos

Image

Andamos mesmo numa sociedade consumista, capitalista e de desejos rápidos e passageiros, mas dentro desse mundo fast-food nos deparamos com um monte de gente que por sede de ter coisas e sensações, aboliram a capacidade de respeitar o próximo, ignorando as necessidades de importância e cuidado, simplesmente pela máxima de que “o importante é EU ser feliz!”. O “Eu” tomou conta da existência, não dando mais espaço para a convivência simples de afeto e cuidado. Sem falar que nessa viagem da busca alucinada pela felicidade se perdeu totalmente a noção do certo x errado, trair se tornou padrão de vida, não falo só de traição em relacionamentos afetivos e sim traição de princípios que antes eram cultivados e no próximo segundo são jogados no lixo e no momento seguinte que a pessoa abre esse precedente se a mesma traição for aplicada à ela, se torna então um pecado mortal e sem perdão.

Engraçado e tragicamente caótico como os valores foram parar na lata do lixo, mais engraçado ainda quando percebo que a justiça se aplica para uns, quando para outros o perdão é um acessório galante concedido exclusivamente aos pecados que “Eu” cometo, mas nunca aos do meu próximo, que são “bem” mais pecados que os meus, só pelo fato de serem pecados diferentes.

Mergulhamos numa caça infame pela felicidade a qualquer custo que deixamos de lado as leis morais da vida e abandonamos de vez a sensibilidade do certo x errado, nossos pecados se tornaram ações justas por um fim maior, que justifica todas as nossas corrupções; Buscamos assim o nosso bem estar a qualquer preço.

Não estou sendo adepto do sofrimento terreno para alcançar galardão celestial, mesmo porque a conta não funciona assim, mas abandonar a capacidade de ser justo mediante as escrituras simplesmente porque “tenho de ser feliz”, com certeza não é o melhor caminho para os dias que estão por vir.

Pense um pouco em quantas pessoas você entristeceu, abandonou, esqueceu, prejudicou, maltratou ou traiu ao longo da sua vida simplesmente porque o importante é que você seja feliz…

… Se a sua lista for grande se preocupe bastante, se a sua lista for pequena se preocupe mais ainda, pois na sua cabeça você pode estar pensando que isso que escrevi não era pra você, quando na verdade esse sentimento se parece bastante com uma das comiserações que acompanham os buscadores de felicidade: auto justificação!

… Quando quem deve nos justificar é o Pai que esta nos céus! – “Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Romanos 8:33 

Melhor que a felicidade terrena e passageira é a Felicidade celestial e eterna, essa não se baseia no seu próprio esforço e gana, mas sim na misericórdia e amor doador de Deus.

Viva a graça e a distribua da mesma forma que recebeu… de Graça!

Graça & Paz

Mais além…

Publicado: janeiro 21, 2014 em Diversos, Literatura, Textos

tentar1

“Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo.”(Filipenses 3.20)

 

Saudades da poesia

Saudades da sabedoria

Saudades das palavras

Saudades da verdade

 

Saudades do cuidado

Saudades dos versos

Saudades das musicas

Saudades do olhar

 

Saudades dos dias

Saudades da brisa

Saudades dos minutos

Saudades do eterno

 

Saudades do sonhar

Saudades do orvalho

Saudades do abraço

Saudades do céu!

 

Graça & Paz